| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Esporte Online
Desde: 17/10/2003      Publicadas: 50      Atualização: 26/11/2003

Capa |  Automobilismo  |  Basquete  |  Campeonato Brasileiro  |  Charge do dia  |  Colunistas  |  Fut. Europeu  |  Futebol Carioca  |  Futebol Catarinense  |  Futebol Mineiro  |  Futebol Paulista  |  Futsal  |  Geral  |  Seleções Mundiais  |  Série B  |  Surf  |  Tênis  |  Volei


 Futebol Mineiro
  15/11/2003
  0 comentário(s)


Cruzeiro tenta se adequar ao Estatuto
Só para agradar a CBF
Para adequar o Mineirão ao Estatuto do Torcedor, pelo menos de forma provisória e parcial, a diretoria do Cruzeiro divulgou nesta sexta-feira que vai arcar com os custos de locação de um sistema de monitoramento por câmeras de TV.

- Isto, é claro, apenas para nossos dois jogos restantes em Belo Horizonte neste Brasileiro – informou a diretoria cruzeirense, por meio do assessor de imprensa Valdir Barbosa.

Estas partidas serão contra Paysandu, dia 29 deste mês, e contra Fluminense, dia 6 de dezembro. A instalação do equipamento vai começar nesta segunda-feira, dia 17. O Mineirão pertence ao Estado de Minas Gerais. É administrado por uma autarquia do governo estadual, a Ademg, que ainda não providenciou o cumprimento integral do Estatuto. A data limite é justamente neste sábado, de acordo com o Estatuto do Torcedor.

Entre os artigos pendentes, destaque para o de número 18, que trata exatamente da questão do monitoramento, e também para o 22, cuja exigência diz respeiro à setorização dos estádios. Vale lembrar que ambos referem-se apenas aos estádios com capacidade superior a 20 mil espectadores. Com relação ao artigo 22, o Cruzeiro informa que nada pode fazer.

- A obrigação não é nossa, é da Ademg – disse Valdir Barbosa, lembrando que o clube também não tem a obrigação de viabilizar o sisterma de monitoramento.

Segundo ele, o clube decidiu colaborar com este processo, ainda não solucionado pela autarquia. Caso o Ministério Público exija o cumprimento do artigo 22, o Cruzeiro colocará apenas 19.999 ingressos à venda para seus dois jogos restantes no Mineirão.

- Não vamos passar por cima da Lei – afirmou Barbosa.

A Ademg informa que o governo estadual já liberou a verba para o cumprimento integral do Estatuto, mas, devido à questões burocráticas administrativas, o projeto ainda não foi executado.
  Autor:   Pedro Augusto


  Mais notícias da seção Noticias no caderno Futebol Mineiro
15/11/2003 - Noticias - Cruzeiro confirma: Deivid quer voltar
Deivid foi vendido em julho ao Bordeaux...
15/11/2003 - Noticias - ATLÉTICO-MG
Procópio aposta num novo esquema...



Capa |  Automobilismo  |  Basquete  |  Campeonato Brasileiro  |  Charge do dia  |  Colunistas  |  Fut. Europeu  |  Futebol Carioca  |  Futebol Catarinense  |  Futebol Mineiro  |  Futebol Paulista  |  Futsal  |  Geral  |  Seleções Mundiais  |  Série B  |  Surf  |  Tênis  |  Volei
Busca em

  
50 Notícias